Unidade de Gestão e Formação

Procure seu curso:

Pós-Graduação

Extensão

Presencial | A Distância

0300 10 10 10 1
Busca Rápida

OS SIGNIFICADOS E SIGNIFICANTES DO DESENHO PARA INTERVENÇÃO (PSICO) PEDAGÓGICA

02/05/2012

OS SIGNIFICADOS E SIGNIFICANTES DO DESENHO PARA INTERVENÇÃO (PSICO) PEDAGÓGICA

Por que as crianças desenham?
E por que as crianças não desenham?

É necessário entender que as crianças desenham porque é a primeira forma que a mesma se comunica com o mundo, pois é no papel que estabelece pontos de comunicação e expressa gosto, medos, anseios e angústias.

O desenho é uma das linguagens mais utilizadas pelas crianças ao longo de sua trajetória escolar e não escolar. As crianças desenham os objetos de sua experiência de vida, sejam eles objetos materiais, físicos.  O desenho é a primeira manifestação da escrita humana. Continua sendo a primeira forma de expressão usada pela criança. À medida que vai sendo alfabetizada, a escola se encarrega de afastar a criança desta forma de expressão e ela, como muitos de nós, vai dizendo que "não sabe desenhar".

Toda criança desenha. Mesmo que não seja adequadamente instrumentalizada para tal, a criança quase sempre encontra uma maneira de deixar nas superfícies o registro de seus gestos: se não tiver papel, pode ser na terra, na areia, ou até mesmo na parede da casa; se não tiver lápis, serve um pedaço de tijolo, uma pedra, ou uma lasca de carvão. Desenhar constitui para a criança, uma atividade integradora, que coloca em jogo as inter-relações do ver, do pensar, do fazer e dá unidades aos domínios perceptivo, cognitivo, afetivo e motor.

É importante saber que o olhar que se dirige ao desenho da criança apoia-se nas concepções que se tem sobre o desenho enquanto linguagem, ideias constituídas da sua própria história, e experiência com a linguagem. Apoiam-se, também, nos conhecimentos sobre as possibilidades do grafismo infantil. Então, devemos perguntar à criança "o que significa" o que ela desenhou.  Não a valorização do "desenho perfeito" que deve ser "parecido" com o objeto real pela definição dos contornos, pela utilização da maior quantidade de elementos e pela "correta" utilização das cores.  O olhar voltado para a "perfeição" revela a cobrança de um modelo estético restrito (em que é muito rígida a determinação do "feio" e do "bonito") e resulta na limitação das possibilidades expressivas do desenho, reduzidos à reprodução dos modelos aceitos pelo meio escolar.

É importante o que a criança expressa enquanto desenha, porque desenhar para ela é registrar, imaginar relacionando sua experiência vivida, pois os desenhos se materializam as imagens mentais do que a criança conhece e tem registrado na memória com a contribuição da imaginação. Isto significa que o ato de desenhar possui habilidades de brincar, falar, registrar, marcar o desenvolvimento da infância. Antes de saber escrever a criança desenha para comunicar suas sensações, sentimentos, pensamentos, e para justificar suas ideias. O desenho é o palco de suas encenações, a construção do seu universo particular.

O desenho infantil é um importante conteúdo de atividades simbólicas que envolvem aspectos cognitivos, motores e sociais. O desenhar envolve diferentes operações mentais como: simbolizar e representar, tendo em vista o desenvolvimento cognitivo da criança. O desenho é uma das manifestações do desenvolvimento da criança, ao lado da afetividade, pensamento e motricidade. Entender como a criança desenha permite entender como se dá seu desenvolvimento global.

 




» Todas as notícias

Notícias Relacionadas






Cursos por Cidade






Nuvem de Tags

Gama Social - Redes Sociais Phorte TV
Unidade de Gestão e Formação |
| .Contato: academico@posugf.com.br