Unidade de Gestão e Formação

Procure seu curso:

Pós-Graduação

Extensão

Presencial | A Distância

0300 10 10 10 1
Busca Rápida

Inteligência no Trabalho

25/09/2012

Inteligência no Trabalho

Por: Prof. Luiz Eduardo Gasparetto

Primeiramente, é importante entender o que é Inteligência Emocional. É um termo utilizado para designar a habilidade do indivíduo em dominar suas emoções, utilizando-as assim de maneira construtiva num processo de crescimento pessoal.

Com isso, as várias emoções pelas quais passamos todos os dias, muitas vezes fora de nosso controle, são analisadas, controladas e podem ser encaminhadas para auxiliarem em nosso desenvolvimento pessoal.

Quem tornou a Inteligência Emocional um assunto estudado e debatido no mundo inteiro foi o escritor e psicólogo Daniel Goleman, através da publicação do livro com esse título, publicado no Brasil pela Editora Objetiva.

A teoria da Inteligência Emocional vai um pouco contra a ideia de que uma pessoa com alto QI de inteligência não terá como garantia atingir o sucesso em suas empreitadas. Para ter sucesso é preciso que o indivíduo saiba também, e principalmente, lidar com suas emoções, tornando-as uma aliada no seu desenvolvimento. Isso significa que uma pessoa com capacidade para controlar seus impulsos, agindo com coerência nas diversas situações de pressão enfrentadas no dia a dia, terá mais condições de obter sucesso do que outra pessoa que apenas tem um QI elevado, mas que não consegue entender e administrar positivamente seus impulsos.

Resumindo: Inteligência Emocional é encontrar o equilíbrio entre razão e emoção, através do bom senso nos relacionamentos interpessoais.

Aplicada à situação de trabalho, a Inteligência Emocional mostra ser uma habilidade extremamente importante de ser desenvolvida e aplicada nas relações do dia a dia das organizações. O sucesso de uma pessoa no mundo do trabalho vai depender menos do seu conhecimento sobre as tarefas a serem executadas e mais da maneira como ela controla e usa positivamente suas emoções, no sentido de manter um bom relacionamento com os colegas de trabalho resultando numa boa produtividade pessoal.

Não é incomum que carreiras sejam interrompidas pela dificuldade que as pessoas têm de se relacionarem com colegas, chefes, clientes e com o próprio trabalho que executam quando necessitam resolver situações problemáticas referentes a ele.

Esse controle não significa que a pessoa precise abafar suas emoções não as expressando para os outros, mas sim que ele pode perfeitamente se manifestar de maneira assertiva, colocando de maneira racional essas emoções e ouvindo também o que os outros sentem.

O uso da Inteligência Emocional no trabalho tem como consequência direta à satisfação do indivíduo, contribuindo para melhoria de sua produtividade, motivação e satisfação pessoal, colaborando para um melhor ambiente de trabalho.




» Todas as notícias

Cursos Relacionados



Notícias Relacionadas






Cursos por Cidade






Nuvem de Tags

Gama Social - Redes Sociais Phorte TV
Unidade de Gestão e Formação |
| .Contato: academico@posugf.com.br