Unidade de Gestão e Formação

Procure seu curso:

Pós-Graduação

Extensão

Presencial | A Distância

0300 10 10 10 1
Busca Rápida

Tipos de Colaboradores

27/09/2012

Tipos de Colaboradores

Muitas empresas têm como desafio lidar com diferentes perfis de colaboradores. Mas como conviver com as diferenças? Como os gestores podem obter o melhor dos seus funcionários? Preparamos uma lista com os principais tipos:

- Dramático: O tipo que sempre torna todas as atribuições um verdadeiro drama.
Trata todos os assuntos com todas as pinceladas de uma novela mexicana. Tem dificuldade de concentração, mostra lamúrias e lamentações frente a prazos estabelecidos.
Para não embarcar nesse drama, o correto é impor limites para que essas queixas não atrapalhem a condução de um projeto.

- Competitivo: Um profissional que não vê barreiras para alcançar suas metas, mesmo que muitas vezes trabalhe além do necessário e se aproprie de algumas ideias dos colegas. A palavra que o orienta é vencer. Por isso para o melhor aproveitamento desse funcionário é necessário que ele entenda a importância do trabalho em equipe e a somas de vitórias que ele pode alcançar unindo forças.

- Desesperado: Muitos colaboradores alcançam destaque e visibilidade em um momento de crise, entretanto outros encontram dificuldade para gerenciá-la.
Embarcam em uma onda de desespero, não conseguem se planejar e nem repensar estratégias. E essencial que este estado não seja absorvido pelo resto da equipe para que as soluções sejam realizadas com cautela e precaução que o momento exige.

- Criativo: Um funcionário que toda a empresa espera. Procura realizar suas tarefas com um toque de ousadia e sabe propor ideias inovadoras. È uma peça rara no mercado.
Um companheiro de trabalho que incorpora sugestões e sempre tem um olhar dinâmico sobre as conclusões das tarefas.

- Detalhista: Um colaborador que procura compreender suas funções e atividades nos mínimos detalhes. Sempre preocupado em exercer suas atribuições com primazia, contudo tem muita dificuldade em finalizar uma tarefa, pois sempre tende a achar alguma coisa que não aprove. O fundamental nesse momento é propor o equilíbrio para que isso não atrapalhe a conclusão das atividades, para que esse funcionário não seja considerado pelos colegas como o ?chato?.

O primordial para um Gestor é compreender a pluralidade dos seus colaboradores e extrair o melhor de cada um.




» Todas as notícias

Cursos Relacionados



Notícias Relacionadas






Cursos por Cidade






Nuvem de Tags

Gama Social - Redes Sociais Phorte TV
Unidade de Gestão e Formação |
| .Contato: academico@posugf.com.br