Unidade de Gestão e Formação

Procure seu curso:

Pós-Graduação

Extensão

Presencial | A Distância

0300 10 10 10 1
Busca Rápida

Papo na Gama: Pilates na Gestação e no Pós-Parto

11/12/2012

Papo na Gama: Pilates na Gestação e no Pós-Parto

Preparamos uma entrevista com Maria Militão, docente dos cursos de extensão e pós em Pilates da Central de Cursos da UGF.

No qual tratamos sobre Pilates na Gestação, benefícios e como o método é transmitido em sala de aula.

"Através do curso de pós-graduação, e do curso de extensão que nós oferecemos aqui na UGF esse profissional vai ter uma noção de que como acontecem essas alterações, quais são essas mudanças no corpo da mulher, vai conhecer um pouco do método Pilates". - Por: Prof.ª Maria Militão

Papo na Gama: De que forma o Pilates pode auxiliar nessas alterações? E como atenuar a dor lombar que é a maior causa de queixas?
Prof.ª Maria Militão: È importante se colocar também quais são essas alterações. Para o profissional que for trabalhar com a gestante saber como lidar com isso. Tem as alterações emocionais, psicológicas, as alterações hormonais, alterações muscoesqueléticas. E a dor lombar vem dessas alterações posturais e muscoesqueléticas, então o que mais escutamos é a reclamação da dor nas costas, a famosa dor nas costas. Muitas vezes essa dor é localizada ou até mesmo irradiada para as pernas.

O Pilates vêm para auxiliar a gestante nesse momento e poder atenuar um pouquinho essas alterações, na verdade o que acarreta as alterações são algumas coisas que acontecem no corpo na gestante como anteriorização de pelve, aumento da curva lombar, sobrepeso, aumenta o peso bem rapidamente. Então precisamos trabalhar membro inferior para aumentar a sobrecarga e ajudar o membro inferior a suportar a sobrecarga corporal. Membro superior com os cuidados com o bebê no pós-parto, mas em especial na dor lombar nós trabalhamos muito a mobilidade, fortalecimento, alongamento.

Tentar voltar essa coluna para o eixo, o que acontece o bebê vai crescendo, o abdominal vai estendendo, se o abdômen dessa gestante não for fortalecido, esse abdominal ele vai fazer com que a coluna da gestante faça uma anteriorização, coluna lombar com isso aumenta a lordose. Nós chamamos de hiperlordose lombar, podendo acontecer o encurtamento dos flexores de quadril, tudo isso leva a dor.

Então o músculo encurtado, tensionado, falta de mobilidade leva a dor e isso atrapalha a vida da gestante. Ela não trabalha direito, ela não cuida da casa direito e se incomoda.
Nós trabalhamos pensando nesses princípios mesmo do Pilates de fortalecimento, de reeducação postural, a própria respiração já ajuda a gestante a tentar manter e reeducar a postura dela.

"O Pilates vêm para auxiliar a gestante nesse momento e poder atenuar um pouquinho essas alterações, na verdade o que acarreta as alterações são algumas coisas que acontecem no corpo na gestante como anteriorização de pelve, aumento da curva lombar, sobrepeso, aumenta o peso bem rapidamente".

Papo na Gama: Quais são os benefícios do Pilates oferecidos durante a gestação? E de que forma se estendem para o bebê?
Prof.ª Maria Militão: Uma mãe saudável vai gerar um filho saudável, a mãe estando ativa, fazendo um trabalho físico que ajude ela consegue fazer com que o bebê receba os nutrientes necessários e tenha um crescimento adequado.

"O profissional precisa aprender alguns cuidados especiais com a gestante, algumas contra-indicações, entender das alterações que acontecem no corpo, compreender o que acontece nesses 9 meses no corpo da mulher e como cuidar dessa mulher, dessa gestante".

Papo na Gama: Como o Pilates se reflete no momento do parto e pós-parto?

Prof.ª Maria Militão: Nós nos preocupamos tanto com a gestação e acaba esquecendo do pós-parto que é um momento super importante. A gestante que já praticou Pilates, ela tem uma recuperação, ou seja, volta à condição física inicial dela mais rapidamente no pós-parto.
Então ela já tem um abdômen mais fortalecido, esse abdominal volta mais rapidamente ao que ele era antes. Nós também trabalhamos com o fortalecimento de assoalho pélvico que é a musculatura que sustenta os órgãos internos.

Esse retorno é mais rápido também ajudando a evitar a continência urinária, trabalha também com a questão da auto-estima, a mulher ativa melhora a auto-estima. Tem mais pique para cuidar do bebê, vai ter mais força para sustentar o bebê, dar de mamar.
A postura no pós-parto é muito cifótica, porque dá de mamar, segura, pega o bebê, tira o bebê do berço.

Nós trabalhamos nessa questão da postura e o Pilates para a gestante que já fez, ela não está trabalhando apenas no pós-parto, ela já fez durante a gestação esse retorno à forma física inicial é bem mais rápida.

"Às vezes nós achamos que a mulher está grávida, eu vou continuar dando o mesmo treino eu só vou diminuir a carga e nem sempre é isso, alias não é só isso nós temos algumas mudanças necessárias como diminuir a alavanca inferior, evitar a flexão de coluna, evitar trabalhar em isometria enfim, várias coisas que o aluno vem procurando isso no curso, ele vai encontrar e ele já tem algumas ferramentas para começar a trabalhar com a gestante no mercado de trabalho".

Papo na Gama: Para os profissionais de Pilates que atuam especialmente com gestantes de que forma os cursos de extensão e pós-graduação podem contribuir para a qualificação e aperfeiçoamento profissional? 
Prof.ª Maria Militão: O mercado tem aceitado muito e bem os profissionais, porque os médicos estão se conscientizando da importância da atividade física para a gestante.
Antigamente ?estou grávida, tenho que ficar parada de repouso?, de repouso absoluto e hoje em dia é impossível à mulher fazer isso, nem é bom que faça. Quanto mais ativa for à mulher, mais saudável vai ser a sua gestação, o parto e o pós-parto.

Então o profissional tem que se especializar porque não é tão simples trabalhar com gestante, não é um bicho de sete cabeças, mas não é tão simples.

O profissional precisa aprender alguns cuidados especiais com a gestante, algumas contra-indicações, entender das alterações que acontecem no corpo, compreender o que acontece nesses 9 meses no corpo da mulher e como cuidar dessa mulher, dessa gestante.

Então através do curso de pós-graduação, e do curso de extensão que nós oferecemos aqui na Gama Filho esse profissional vai ter uma noção de que como acontecem essas alterações, quais são essas mudanças no corpo da mulher, vai conhecer um pouco do método Pilates e tentar agregar as duas coisas, a importância do Pilates para essa mulher gestante, vai conseguir conhecer um pouquinho de cada um e já começar um trabalho importante com essa gestante.

Papo na Gama: Como o método Pilates é transmitido em sala de aula?
Prof.ª Maria Militão: Os alunos eles acabam aprendendo toda a parte teórica do método. Nós passamos toda a questão dos princípios, o Pilates tem alguns princípios específicos que devem ser seguidos. Então eles vão aprender toda a parte teórica do método, toda parte teórica do que acontece na gestação, conhecer um pouco da mulher, dessa fase da mulher e aprender a aplicar o método para essa pessoa especial, para esse grupo especial que é gestante. Também vai aprender os exercícios, vai aprender os cuidados com os exercícios.
Às vezes nós achamos que a mulher está grávida, eu vou continuar dando o mesmo treino eu só vou diminuir a carga e nem sempre é isso, alias não é só isso nós temos algumas mudanças necessárias como diminuir a alavanca inferior, evitar a flexão de coluna, evitar trabalhar em isometria enfim, várias coisas que o aluno vem procurando isso no curso, ele vai encontrar e ele já tem algumas ferramentas para começar a trabalhar com a gestante no mercado de trabalho.

Consideração Final: É importante o profissional buscar conhecimento mais aprofundado, porque hoje as mulheres estão procurando mesmo a atividade física. Mudou muito a cabeça da mulher, principalmente a mulher que trabalha e fica grávida quer fazer alguma coisa especial, não quer ficar parada. Por isso é importante o profissional buscar cursos especializados, ficar atento ao currículo que vai ministrar esse curso e ficar preparado, pois se não tiver uma aluna gestante, logo mais pode ser que ela fique gestante, então é bom já se preparar para conseguir entrar no mercado de trabalho.




» Todas as notícias

Notícias Relacionadas






Cursos por Cidade






Nuvem de Tags

Gama Social - Redes Sociais Phorte TV
Unidade de Gestão e Formação |
| .Contato: academico@posugf.com.br