Unidade de Gestão e Formação

Procure seu curso:

Pós-Graduação

Extensão

Presencial | A Distância

0300 10 10 10 1
Busca Rápida

O impacto da deficiência nos irmãos - Alcione Aparecida Messa

26/09/2011

O impacto da deficiência nos irmãos - Alcione Aparecida Messa 

O sistema familiar se configura e se diferencia por subsistemas, que são protegidos e diferenciados por fronteiras e regras. Os irmãos formam o subsistema fraternal no qual experimentam as relações e testam atitudes. Irmãos podem ser companheiros, fornecer ajuda e apoio emocional, adquirindo, nessa interação, habilidades sociais e cognitivas importantes para o desenvolvimento social. Os irmãos mais velhos podem servir de modelo, compensando muitas vezes a ausência e distância dos pais. A relação fraterna é uma das relações mais duradouras na vida de um indivíduo. É um relacionamento que tem fases, com um ciclo de vida próprio, que muda e se desenvolve à medida que os irmãos crescem.

Devido ao significado que o relacionamento fraterno adquire ao longo da vida, mudanças fundamentais na saúde e funcionamento de um irmão irão afetar os outros e essas mudanças correspondem sistematicamente às características da criança, da família, da doença ou deficiência.

O impacto da deficiência nos irmãos compreende diversos fatores entre dificuldades e ganhos. Em relação às dificuldades, pode ocorrer o aumento desproporcional de responsabilidades e funções (os pais atribuem mais tarefas aos filhos sem deficiência e cobram melhores desempenhos), atitudes de preconceito (situações em que sofrem discriminação pela limitações da deficiência do irmão), falta de atenção dos pais e diferença no tratamento em comparação ao irmão com deficiência, sentimentos de medo, ciúmes, culpa, vergonha e desinformação sobre a deficiência.

Em relação aos ganhos, pode-se observar o fortalecimento dos vínculos familiares, desenvolvimento de características altruístas, atitudes humanitárias (pela convivência com os irmãos com deficiência, esses indivíduos desenvolvem uma maior compreensão de problemas do mundo e empatia com grupos de minoria, por exemplo) e independência. Além disso, as reações são fortemente influenciadas pelo tamanho da família e perspectivas de futuro.

A adaptação dos irmãos de indivíduos com deficiência depende dos seus recursos pessoais, da história de vida e do significado que a deficiência adquire e é compartilhado no sistema familiar, do histórico das relações familiares, assim como da disponibilidade de recursos de apoio e tratamento e de sua utilização.

A presença de uma deficiência na família não indica necessariamente um estressor para os irmãos. Outros fatores devem ser considerados, como a qualidade das relações familiares, comunicação, rede de apoio e cuidados, características individuais, estratégias de enfrentamento e características da deficiência. Concomitante a esse risco, há a possibilidade de fortalecimento e maturidade dos indivíduos e dos vínculos familiares.

Cada família é única em sua maneira de lidar com a deficiência, assim como os irmãos devem ser compreendidos segundo suas características individuais. A assistência psicológica aos irmãos de pessoas com deficiência é importante por conta do impacto percebido em diversas áreas de suas vidas e relações. Dessa forma, podem identificar e compreender sentimentos e reações frente à deficiência, segundo suas dificuldades e ganhos, e mobilizar recursos de adaptação.




» Todas as notícias

Notícias Relacionadas






Cursos por Cidade






Nuvem de Tags

Gama Social - Redes Sociais Phorte TV
Unidade de Gestão e Formação |
| .Contato: academico@posugf.com.br